img
Home / Saúde / Asma – O que é, Causas e Prevenção | Pro Ser Saúde ®

Asma – O que é, Causas e Prevenção | Pro Ser Saúde ®

 

Asma é uma doença crônica dos pulmões e das vias aéreas (brônquios), acompanhada de inflamação crônica dos brônquios. A doença se manifesta nas crises e essas crises tem como sintomas falta de ar, tosse e sensação de aperto e chiado no peito. Uma vez superada a crise, a pessoa volta a sua condição normal.

A asma, portanto, é uma doença que geralmente evolui por crises: a pessoa está bem, tem a crise; supera essa crise e novamente fica bem.

As crises surgem geralmente quando os brônquios entram em contato com elementos irritantes ou “desencadeantes”. Esses elementos fazem os brônquios inchar, seus músculos contrair e aumentar a quantidade de secreção. Como resultado, fica mais difícil o ar entrar e sair dos pulmões, tornando a respiração mais difícil.

Quais as causas da asma?

A asma é uma doença de causa desconhecida. Existem múltiplos fatores que contribuem para uma pessoa desenvolvê-la ou não. O primeiro fator é o genético.

Existem genes que predispõem o aparecimento de asma e fazem com que as pessoas tenham uma tendência maior para desenvolvê-la. Isso pode ser demonstrado ao se constatar que, quando uma pessoa tem asma, há uma maior probabilidade de um irmão, o pai ou a mãe também terem essa doença ou terem uma rinite alérgica – que é uma doença muito semelhante à asma.

O componente genético, entretanto, não é o mais importante. Na verdade, a pessoa pode nascer com uma predisposição a apresentar asma, mas o que vai fazê-la desenvolver a doença ou não é o contato que essa pessoa terá, principalmente na infância, com uma série de substâncias que podem causar reações nos brônquios, principalmente poluentes atmosféricos, substâncias químicas e alérgenos (substâncias que podem causar alergia) como fungos e micro ácaros existentes na poeira doméstica.

O terceiro fator importante que pode aumentar a chance para o aparecimento da asma são algumas infecções contraídas já na infância. Quanto à causa ou causas precisas que levam à doença, a medicina ainda não chegou a uma explicação definitiva.

O que desencadeia as crises da asma?

A crise de asma – ou seja, quando os sintomas são mais fortes – é desencadeada por uma série de fatores que variam de pessoa para pessoa.

A crise pode aparecer após o contato com substâncias às quais a pessoa é sensível – como pelo de gato, ou de cachorro, poeira doméstica, fumaça de cigarro e poluição atmosférica -, permanência em ambiente com ar frio, infecções, principalmente as das vias aéreas (resfriados, gripes etc.). Pode também ser desencadeada por estresse emocional, por exercício físico e pelo uso de alguns medicamentos, como aspirina, anti-inflamatórios e betabloqueadores.

O que faz as pessoas apresentarem essas crises?

O mecanismo principal é um estreitamento nas vias aéreas – que são as estruturas que levam o ar até o interior dos pulmões. Esse estreitamento é decorrente de uma inflamação nas paredes dos brônquios que desencadeia a crise, ou seja, o estreitamento que dificulta a passagem do ar, fazendo aparecer os sintomas da doença.

A asma, então, é um tipo de inflamação das vias aéreas que se manifesta geralmente em crises e produz sintomas como falta de ar, tosse e sensação de aperto e chiado no peito.

Asma - Sintomas, Causas e Prevenção
Asma é o estreitamento dos bronquíolos (pequenos canais de ar dos pulmões) que dificulta a passagem do ar

Asma contagia?

Decididamente não. Asma não é uma doença contagiosa. Ela não passa de pessoa para pessoa, não existe risco de se conviver ou de entrar em contato com pessoa que tenha asma.

Existe uma idade mais comum em que a asma se manifesta?

Quando a asma aparece logo na infância, os pediatras têm dificuldade de diagnosticá-la porque muitas crianças pequenas apresentam sintomas parecidos com asma e depois não apresentam mais nada. Existem também outras doenças em crianças bem pequenas, como a bronquiolite, que produzem sintomas muito parecidos com os da asma. Por isso, os médicos preferem, às vezes, esperar algum tempo para afirmar com certeza um diagnóstico de asma.

Como prevenir as crises?

Resultado de imagem para asma

À medida que a pessoa vai conhecendo melhor a sua asma, ela pode identificar o que causa as crises, porque nem sempre essa causa é a mesma para todos os asmáticos. No caso das crianças, os pais devem ficar atentos para identificar o que está causando essas crises em seus filhos. A forma mais simples de prevenir as crises é se manter distante das causas, o que nem sempre é fácil, pois depende de muitos fatores desencadeantes. Se a pessoa já sabe qual é a substância que provoca crise, ela deve evitar esse contato.

Uma das fontes principais de piora da asma por mecanismos alérgicos são substâncias que existem no pó doméstico, e uma forma eficaz de atenuar o problema é a higiene ambiental. Deve-se procurar fazer com que o quarto do asmático seja iluminado, ventilado e limpo com frequência, para eliminar o pó. Muitas vezes é necessário retirar as cortinas, o carpete e o tapete e revestir o colchão e o travesseiro com tecido que possa ser lavado periodicamente. Também devem ser evitados o contato com fumaça de cigarro e o uso de algumas medicações que provocam crises, quando isso é conhecido.

Recomenda-se evitar variações bruscas de temperatura, principalmente do quente para o frio. No caso do exercício físico, quando ele desencadeia a asma, deve-se fazer um aquecimento próprio e iniciar o exercício de uma forma mais lenta.

Outros mecanismos de desencadeamento da asma são os problemas emocionais, como estresse e ansiedade. Hoje em dia, é muito difícil a pessoa se afastar de uma situação estressante, mas, muitas vezes, o que ajuda é aprender a lidar com essas situações. Uma psicoterapia pode contribuir bastante em alguns casos em que as crises estejam associadas ao estresse.

Outro fator desencadeante de asma são as infecções virais ou infecções por bactérias. Existem algumas vacinas recomendadas para pessoas idosas – contra gripe, pneumonia pneumocócica – que os asmáticos também deveriam tomar.

Quando o desencadeamento da asma é proveniente de animais de estimação, muitas vezes deve-se retirar o animal da casa, para evitar as crises.

Pro Ser Saúde
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
It is main inner container footer text
error: Conteúdo protegido. Favor não copiar.